Governo começa a pagar R$ 600 para beneficiários do Bolsa Família

Quem tem acompanhado as mídias ultimamente já deve ter ouvido falar no acréscimo de R$600 ao valor proporcionado pelo Bolsa Família. A notícia surpreendeu os brasileiros e a partir dai, começaram a surgir várias dúvidas. Afinal, quem tem direito a esse valor, como acessar e de que forma ele será pago?

Bem, para ajudar você a entender todas as dúvidas relacionadas ao valor extra do Bolsa Família, separamos algumas informações importantes.

Quem pode se inscrever no Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa brasileiro de transferência de renda criado no Governo Lula como uma das medidas de solução para a situação de pobreza no país. De acordo com o Governo, podem se inscrever no Bolsa Família famílias que:

  • Estejam registradas no Cadastro Único;
  • Tenham renda mensal de até R$ 89,01 por pessoa, para a declaração de pobreza extrema;
  • Tenham renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa, para a declaração de pobreza;
  • Possuam gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos se declararem pobreza.

O que é o auxílio emergencial?

O valor de R$600 que está previsto para as famílias beneficiárias do Bolsa Família está relacionado ao auxílio emergencial, criado pelo Governo com o intuito de amenizar os efeitos da pandemia do coronavírus.

O auxílio emergencial está previsto para ser pago em até três parcelas, ou seja, três mensalidades iguais de R$600, totalizando um suporte total de R$1.800 para essas famílias.

Vale a pena lembrar que as mulheres solteiras que são chefes de família e estão inscritas no Bolsa Família irão receber três parcelas do auxílio emergencial de R$1.200, totalizando R$3.600.

Como se inscrever?

É importante ressaltar que os brasileiros que não estão cadastrados no Bolsa Família podem ter acesso a esse valor dentro da mesma perspectiva, caso sejam:

  • Maiores de 18 anos;
  • Sejam trabalhadores informais, MEIs ou desempregados;
  • Possuam renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Nesses casos, basta acessar a plataforma do Auxílio Emergencial através do site oficial ou do aplicativo que pode ser encontrado na Play Store e na Apple Store. Depois do acesso, basta preencher os campos com os dados pessoais requeridos.

Como o beneficiário do Bolsa Família pode se inscrever?

Quem já recebe o Bolsa Família está automaticamente registrado no Cadastro Único e por isso, não precisa realizar nenhum cadastro no site ou no aplicativo como os outros beneficiários.

O valor será acrescentado de forma automática a bolsa mensal que a família já recebe e poderá ser sacado através da mesma conta já registrada no Bolsa Família.