Vale a pena continuar os estudos depois dos 40 anos?

De acordo com índices do MEC, o Brasil ainda é um país onde o estudo não é prioridade e o índice de analfabetismo ainda é preocupante.

A maior dúvida para este público da meia idade em relação a voltar ou continuar os estudos é “Vale a pena seguir esse rumo depois de certa idade?”.

E para entender se realmente vale a pena continuar os estudos na meia idade, confira as informações a seguir:

O brasileiro nem sempre prioriza os estudos, afinal, existem outras necessidades recorrentes que a população desigual enfrenta. Mas independente das razões pelas quais o cidadão precisou deixar de estudar, é necessário ressaltar a importância desta etapa na formação do ser humano.

O estudo pode ser considerado em qualquer idade e o próprio Governo brasileiro reconhece este fato. Temos como prova disso diversos programas que foram desenvolvidas para atender o público de maior e melhor idade que tiveram seus estudos interrompidos.

Confira abaixo alguns dos programas opcionais que visam proporcionar melhorias para a área da educação no país:

Encceja

Vamos começar falando do Encceja, que é uma opção muito interessante para quem deseja concluir o ensino básico e prosseguir os estudos em outros níveis. Isto porque é uma forma prática e mais rápida que outros programas de conseguir o certificado de conclusão do ensino básico.

O Encceja é uma prova que acontece anualmente, formada por questões objetivas e uma prova de redação. A prova do Encceja em 2021 estará oferecendo certificado de conclusão no ensino fundamental e no ensino médio para os estudantes que obtiverem uma boa pontuação na avaliação.

EJA

A próxima opção da nossa lista é o programa Educação para Jovens e Adultos (EJA). Diferente da proposta anterior, o EJA é recomendado para quem interrompeu os estudos e precisa estar inserido num modelo educacional semelhante, revendo os conteúdos em aulas noturnas e passando pelas avaliações tradicionais.

Vale mencionar que o EJA possui um tempo de duração reduzido, se comparado ao ensino básico tradicional. Através dele, os estudantes conseguem concluir os 3 anos do ensino médio em apenas 1 ano.

Novos Caminhos

Nossa última opção de estudo para a meia e a melhor idade está relacionada a qualificação profissional. Enquanto os outros programas visavam o ensino básico, este estará direcionado para o ensino profissionalizante, ou seja, o mercado de trabalho.

O programa Novos Caminhos atua através de parcerias com escolas técnicas como o SENAC e o SENAI, promovendo acessibilidade para bolsas de estudo integrais.

Fonte: meuvestibular.com.br